A importância do planejamento na crise

(19/06) Um planejamento de longo prazo é fundamental para melhorar a visão do negócio

Um dos trabalhos mais difíceis de um líder é planejar o futuro. Especialmente em tempos de incertezas como o que vivemos. Embora algumas cidades e estados tenham retomado as atividades econômicas, há diversas dúvidas: como planejar a próxima semana e o próximo ano?

Mesmo sendo difícil nesse momento, um planejamento de longo prazo é fundamental para melhorar a visão do negócio e as variáveis que o impactam, esclarece Carlos Alexandre Peres, vice-presidente de administração do Instituto Brasileiro de Executivos de Finanças do Paraná (IBEF-PR) e sócio na PWC Brasil. “Facilita e organiza também na identificação dos pontos fortes, do que deve ser melhorado e das principais tendências do mercado de atuação”.

Carlos Alexandre ressalta que nas crises a importância de um planejamento a longo prazo se potencializa. “São as crises que nos trazem muitas oportunidades de negócio, porém as empresas devem explorar essas oportunidades levando em conta a sua cultura organizacional”.

Manter o foco ajuda a estabelecer prioridades. “Nesses momentos de incertezas é muito importante estabelecer prioridades, para não perder foco e direcionar os esforços para as ações de maior impacto com a menor dificuldade de implementação”, explica Carlos Alexandre.

O que não vai mudar?

Jeff Bezos, CEO da Amazon, tem uma sugestão e falou sobre ela em recente artigo publicado na Inc.com. Na reunião anual de acionistas da empresa, no mês passado, o CEO foi questionado sobre como fazer planos de longo prazo. Sua resposta se baseou em uma pergunta simples. “Eu sempre incentivo as pessoas, quando pensam em 10 anos, a fazer a pergunta: o que não vai mudar? Essa é realmente a pergunta mais importante. Você pode criar estratégias em torno de coisas que serão estáveis no tempo”, explicou Jeff.

Em vez de tentar imaginar tudo o que será diferente ao longo de um determinado período de tempo, Jeff orienta observar os aspectos do seu negócio que permanecerão os mesmos. “Em seguida, concentre-se em como desenvolver isso”.

Para ajudá-lo confira algumas dicas:

Objetivo – pode parecer diferente, e você pode até ter mudado de estratégia para se adaptar às necessidades de seu cliente e equipe durante a pandemia, mas nada disso muda seu “porquê” ou o motivo pelo qual você se tornou um empreendedor. Concentre-se nisso como seu fator norteador ao pensar no futuro. Não há problema em parecer diferente, mas seu objetivo deve permanecer inalterado.
Prioridades – observe o que é importante para os seus negócios agora, em termos de prioridades, e considere quais delas devem permanecer, independentemente das mudanças. Os valores e prioridades importantes para você hoje não devem ser subitamente menos importantes devido à passagem do tempo – caso contrário, provavelmente não eram tão importantes assim.


Pessoas – embora seja impossível saber quais funções ou funcionários específicos você pode precisar durante um longo período de tempo, sua cultura é formada pelas decisões que você toma e sobre como valoriza seu pessoal. Crie uma cultura que reflita seus valores e configure sua equipe para o sucesso a longo prazo.

Fonte: AERP

Fonte: Aerp