ACAERT lança o “Jeito Catarinense” que mobilizará 120 mil alunos da Rede de Estadual de Ensino

(24/04) É a maior campanha social já realizada em Santa Catarina e que se baseia no jeito certo de fazer as coisas

Jeito Catarinense

A ACAERT – Associação Catarinense de Emissoras de Rádio e Televisão lançou nesta terça-feira (24), na Escola Estadual Marechal Bormann, em Chapecó, a campanha “Jeito Catarinense – o jeito certo de fazer as coisas” que envolverá, nesta primeira etapa, quase 120 mil alunos de 8 a 12 anos de 892 escolas da Rede Estadual de Ensino. As escolas particulares e municipais participarão na sequência. Trata-se da maior campanha social já realizada em Santa Catarina. 

O evento contou com a presença do governador Eduardo Pinho Moreira, do secretário de Estado da Educação, Eduardo Deschamps, do prefeito de Chapecó, Luciano Buligon, do presidente da ACAERT, Marcello Corrêa Petrelli, do secretário de Estado de Comunicação, Marcelo Rego, do comendador da ACAERT, Alfredo Lang, que representou os radiodifusores da Região Oeste. Também prestigiaram o presidente da Fecomércio, Bruno Breithaupt e Almeri Dedonatto, diretor do Senai da Região Oeste, representando a FIESC, entre outras autoridades.

“A campanha vai dar às crianças o poder, de uma forma bastante prática, de mostrar aquilo que é certo e constranger o adulto naquilo que é errado, nas pequenas coisas, principalmente. Para que a gente possa, cada vez mais, não perder o senso daquilo que é certo ou errado”, explicou o presidente da ACAERT, Marcello Corrêa Petrelli. 

A Campanha - O objetivo da iniciativa é motivar toda sociedade a tomar atitudes que visem o bem coletivo no seu dia a dia, estimulando ações positivas e desencorajando ações negativas.  
Para incentivar e esclarecer quais são estas atitudes, a campanha propõe o uso de uma cartilha e cartões para traduzir o nosso jeito de fazer as coisas. 

Os cartões serão utilizados para demonstrar indignação com ações negativas (cartão vermelho) ou reconhecimento para as ações positivas (cartão verde), indicando o jeito certo de fazer as coisas.  Serão distribuídas 10 mil cartilhas às escolas, com um conteúdo que foi analisado e aprovado por pedagogos e educadores catarinenses, com o apoio da Secretaria de Estado da Educação. A impressão das cartilhas teve o patrocínio da FIESC e da Fecomércio.

A inspiração da campanha veio de uma iniciativa da prefeitura de Bogotá, na Colômbia, que conseguiu reverter, com essa e outras ações, o índice de violência e desequilíbrio social, tornando-se hoje referência para o mundo. Daí a ACAERT faz esse link colombiano para o lançamento em Chapecó. As emissoras de rádio e televisão associadas à entidade veicularão gratuitamente materiais em áudio e vídeo da campanha durante todo o ano.

“A escola, a mais antiga de Chapecó, recebe o projeto de braços abertos. Veio culminar com o nosso projeto desenvolvido na escola sobre o meio ambiente. O ‘Jeito Catarinense’ procura desenvolver no aluno a maneira certa para se relacionar como cidadão”, afirmou o diretor da Marechal Bormann.

Para o governador Eduardo Pinho Moreira, esse é um “momento importante de cidadania, de bons exemplos. Iniciativa da ACAERT que tem o apoio da Secretaria de Estado da Educação e do Governo de Santa Catarina. É uma grande arrancada. Podemos mostrar às crianças o jeito certo de fazer as coisas”.

Já o secretário de Estado da Educação, Eduardo Deschamps, considera o “projeto importante para desenvolver a cidadania das crianças, dos jovens estudantes catarinenses, que é um dos principais objetivos da educação. Ações que vão ser desenvolvidas na escola e que os alunos carregarão para o resto da vida”.

​“É mais um projeto de solidariedade, de gentileza. Mais uma vez Santa Catarina sai na frente. O Brasil que nós queremos é este país que estamos construindo todo dia. E a iniciativa tem um brilho especial porque foi inspirada numa ação da Colômbia. O Jeito Catarinense vem em boa hora”, defendeu o prefeito de Chapecó, Luciano Buligon.

Fonte: Assessoria de Imprensa ACAERT