Desligamento do sinal analógico é experiência de sucesso internacional, destaca ministro

(01/02) Para Gilberto Kassab, o Brasil está mostrando um case de sucesso ao mundo

Para o ministro da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, Gilberto Kassab, o processo de desligamento do sinal analógico de TV no Brasil é um case de sucesso internacional. O ministro assinou nesta quarta-feira (31), em Brasília, a portaria que confirma o desligamento do sinal analógico em seis agrupamentos de cidades em três regiões do país. Com essa nova etapa da mudança do sistema de TV, já são 492 municípios beneficiados com o sinal 100% digital, cobrindo uma população de 85 milhões de pessoas.

“Temos muito a comemorar. Estamos mostrando ao mundo um case de sucesso. Com todo o processo em curso, não recebemos até o momento uma única reclamação de um único cidadão. Isso é muito positivo, mostra a eficiência dessa iniciativa. Quem ganha é o brasileiro, que tem na televisão seu maior instrumento de comunicação e entretenimento”, destacou o ministro.

A portaria define que o sinal analógico será desligado em Curitiba e mais 26 cidades paranaenses a partir das 23h59 (horário de Brasília) desta quarta, já que a região atingiu a cobertura de mais de 90% dos domicílios atendidos pelo sinal digital. Para os agrupamentos de Florianópolis e Porto Alegre, que totalizam 114 cidades e uma população de 6,7 milhões de habitantes, o desligamento será progressivo, sendo concluído em 28 de fevereiro e 14 de março, respectivamente.

Na região Sudeste, o desligamento também será gradual no entorno de Ribeirão Preto e Franca, cidades do interior de São Paulo. São 45 municípios que terão o desligamento concluído em 21 de fevereiro. Mais de 2,1 milhões de habitantes serão cobertos em breve apenas pelo sinal digital.

O documento assinado também define o desligamento na capital do Maranhão e mais nove cidades para o dia 28 de março. Os municípios atingiram o percentual necessário para autorizar o desligamento dois meses antes da data prevista. “Já poderíamos desligar São Luís, mas está mantida a data do cronograma para o dia 28 de março. Vamos continuar a distribuição dos conversores digitais nesta região, faltam ainda muitos kits a distribuir”, disse o presidente da Anatel, Juarez Quadros.

Já o presidente da Associação Brasileira de Emissoras de Rádio e Televisão (Abert), Paulo Tonet, afirmou que a experiência do desligamento tem despertado o interesse de outros países. “Participamos de fóruns internacionais de radiodifusão, e nossos engenheiros têm viajado a diversos eventos para explicar como conseguimos esse feito  em um país com as dimensões do Brasil. Nos agrupamentos em que desligamos o sinal não há reclamações”, ressaltou.

Balanço

Desde o início do processo, o sinal analógico já foi desligado em Rio Verde (GO); Brasília e 9 cidades do entorno do Distrito Federal; São Paulo e 38 cidades do estado; Goiânia e mais 28 municípios de Goiás; Recife e outras 13 cidades de Pernambuco; Salvador e mais 19 cidades da Bahia; Fortaleza e outras 14 cidades do Ceará; Vitória e mais seis cidades do Espírito Santo; A capital do Rio de Janeiro e 18 municípios do entorno, além de Belo Horizonte e outras 38 cidades de Minas Gerais. O fim das transmissões analógicas no interior de São Paulo ocorre de forma progressiva e já abrange 157 cidades das regiões de Santos, Campinas, Vale do Paraíba, Ribeirão Preto e Franca.

Fonte: Assessoria de Imprensa ACAERT c/ MCTIC