Entidades e empresários apresentam Rede Regional de Notícias ao presidente Jair Bolsonaro

(07/10) Iniciativa capitaneada pela ACAERT vai produzir e distribuir conteúdo para emissoras regionais de Rádio e TV de todo o Brasil

 

Entidades e empresários apresentam Rede Regional de Notícias ao presidente Jair Bolsonaro

Clique no álbum acima para ver as imagens - Fotos: Marcos Corrêa/PR

O presidente da República Jair Bolsonaro recebeu na manhã desta quarta-feira (07) um grupo com representantes do segmento da comunicação formado por presidentes de entidades e empresários. O encontro teve o objetivo de apresentar a Rede Regional de Notícias – RRN, que vai produzir e distribuir conteúdo a partir da capital federal para emissoras regionais de Rádio e TV de todo o Brasil.

A reunião contou com a presença do ministro das Comunicações, Fábio Faria, e do secretário-executivo do MINICOM, Fabio Wajngarten. A Iniciativa é capitaneada pela Associação Catarinense de Emissoras de Rádio e TV – ACAERT e conta com apoio do Sindicato das Empresas de Rádio e TV – SERT/SC, do Grupo ND (SC), da Rede Pampa (RS), do Grupo RIC (PR) e da Rede Massa (PR), que são considerados os membros fundadores do projeto.

A Rede Regional de Notícias – RRN vai ter uma estrutura própria instalada em Brasília, com jornalistas de Rádio, TV e meios digitais. A ideia é oferecer um conteúdo multimídia com cobertura do dia a dia de todos os poderes da República, com foco em atender as necessidades dos grupos de comunicação regional. O serviço será oferecido de graça aos veículos que quiserem fazer parte do projeto.

“Temos a expertise de fazer isso em Santa Catarina há mais de 10 anos e nós queremos compartilhar essa experiência para o restante do Brasil, aproveitando a capilaridade das emissoras regionais. A ideia é fortalecer a produção de conteúdo regional através das emissoras que estão distribuídas em todo Brasil, valorizando a Mídia Regional e criando uma presença física e na memória dos líderes dos poderes da República”, afirma o presidente da ACAERT, Silvano Silva.

O coordenador do GSUL, grupo de entidades de radiodifusão do sul do Brasil, e presidente do Grupo ND, Marcello Corrêa Petrelli, explica que um grande diferencial do projeto são as características da Mídia Regional. “Os comunicadores e empresários da Mídia Regional têm um perfil diferenciado porque chegam lá ponta com influência, audiência e credibilidade. Além disso, têm um relacionamento direto com a sociedade que é capaz de criar um círculo virtuoso levando ao público as informações que realmente impactam e interessam em seu dia a dia”, destacou.  

Para a diretora da Rede Pampa, Christina Gadret, a criação da RRN é um marco na comunicação brasileira. “Todas as emissoras de Rádio, TV, jornais e portais de notícias terão uma nova fonte de informações. Com esse novo modelo que está sendo criado, a população será a maior beneficiada com informação de qualidade e a agilidade que hoje o mundo precisa”.

Já a presidente do SERT/SC, Ana Paula Melo, destaca os resultados positivos para todo o segmento da radiodifusão. “A RNN vai trazer informações exclusivas, imparciais e relevantes, fortalecendo ainda mais o nosso setor. Esse conteúdo será um diferencial paras as emissoras, agregando valor à programação e ao jornalismo”, ressaltou.  

Além dos presidentes da ACAERT, do SERT/SC e do Grupo ND, os membros fundadores também estavam representados por Mário Petrelli Neto, do Grupo RIC, Gabriel Massa, Presidente do Grupo Massa, e Alexandre Gadret, presidente da Rede Pampa.  O encontro contou ainda com a presença dos representantes do conselho superior da ACAERT, Marise Westphal Hartke e Ranieri Moacir Bertoli.

Lançamento

A Rede Regional de Notícias – RRN será lançada oficialmente em Brasília no final de outubro, eventos de lançamento serão realizados no Palácio do Planalto, na Câmara dos Deputado e Senado Federal.

 

Fonte: ACAERT