Nota ACAERT

(29/05) Entidade se posiciona sobre incidentes ocorridos com profissionais das emissoras durante greve dos caminhoneiros

NOTA OFICIAL

A Associação Catarinense de Emissoras de Rádio e Televisão – ACAERT vem a público manifestar o seguinte sobre os incidentes com profissionais das emissoras associadas envolvidos na cobertura do movimento grevista dos caminhoneiros em Santa Catarina:

1 – As emissoras catarinenses de Rádio e Televisão sempre prestaram um serviço fundamental em favor da sociedade, levando informação de qualidade e com responsabilidade.

2 – A cobertura jornalística de nossas emissoras associadas busca o equilíbrio da narração dos fatos, sempre ouvindo os lados envolvidos, como reza a ética do jornalismo.

3 – Na cobertura do movimento grevista dos caminhoneiros, portanto, não poderia ser diferente. É nossa missão mostrar todos os aspectos do fato, já que não existe UM só lado.

4 – Por isso, é nossa obrigação divulgar as reivindicações dos caminhoneiros grevistas, assim como informar os efeitos da paralisação na economia e a vida de todos, revelando os prejuízos e transtornos. Acreditamos que, em primeiro lugar, está o nosso compromisso com a sociedade no geral.

5 – Pelo exposto, a ACAERT repudia veemente toda e qualquer ato de ameaça, agressão, violência e cerceamento do exercício profissional das nossas emissoras associadas, como já vendo acontecendo em vários pontos de Santa Catarina.

6 – A entidade é defensora ardorosa da livre manifestação e de opinião e contra a censura de todas as formas.

7 – Finalmente, a ACAERT espera que haja bom senso de todas as partes envolvidas neste movimento grevista para que o Brasil volte à normalidade, preservando e valorizando o direito de todos os brasileiros.

Florianópolis, 29 de maio de 2018.

Marcello Corrêa Petrelli
Presidente da ACAERT1

Fonte: Assessoria de Imprensa ACAERT