Novo ministro das Comunicações afirma que preço da migração é prioridade

(06/10) Cerimônia de transmissão de cargo contou com a presença de representantes da ACAERT

O novo Ministro das Comunicações, André Figueiredo, destacou, em seu discurso na cerimônia de transferência de cargo, nesta terça-feira (6), em Brasília, que a definição de um preço para a Migração das rádios AM para FM será uma prioridade da sua gestão. “Deleguei a nossa equipe, que dê prioridade máxima para que possamos encontrar uma tarifa justa para migração”, ressaltou.

Mais de 1.300 rádios AM pediram ao ministério a mudança de sinal. O método de cálculo para definir os preços está em discussão pelo MiniCom e passa por um levantamento junto ao setor de radiodifusão.

A afirmação foi feita em frente a um auditório lotado de ministros, parlamentares e representantes de do setor das comunicações, entre eles, o presidente da Associação Catarinense de Emissoras de Rádio e Televisão – ACAERT, Rubens Olbrisch.

Na área da TV digital, o objetivo é encontrar soluções para que os brasileiros não fiquem sem o serviço de televisão no processo de desligamento do sinal analógico, que acontece progressivamente entre 2016 e 2018, com um teste-piloto este ano. "Há um desligamento piloto previsto para Rio Verde, em Goiás. Existe uma demanda para que seja postergado, já que há uma determinação de que 93% dos domicílios tenham acesso ao sinal digital, então vamos dialogar a respeito", disse Figueiredo.

Durante a cerimônia, o ex-ministro das comunicações Ricardo Berzoini, que com a reforma ministerial vai assumir a Secretaria de Governo - pasta criada da fusão da Secretaria de Relações Institucionais e Secretaria-Geral da Presidência – afirmou que a saída do ministério representa uma mistura de sentimentos. “Satisfação por estar assumindo um novo desafio, mas também, de tristeza por não ter cumprindo todos os objetivos que tivemos nessa pasta”.

ACAERT presente

A Associação Catarinense de Emissoras de Rádio e Televisão – ACAERT foi representada na cerimônia de transmissão de cargo no Ministério das Comunicações pelo presidente, Rubens Olbrisch, pelo ex-presidente e conselheiro, Ranieri Bertoli, e pelo diretor executivo, Everson Juguero. 

Fonte: Assessoria de Imprensa ACAERT