Publicidade é mais efetiva em sites confiáveis

(05/08) Estudo mostra que a publicidade realizada em sites de grandes veículos, tidos como confiáveis, tem o desempenho acima da média para o padrão da indústria

(Crédito: Adeolu Eletu/ Unsplash)

No momento em que o mercado ainda discute a disseminação de fake news e a motivação comercial por trás de notícias dispostas a caçar cliques, um estudo encomendado pelo World Media Group (WMG) mostra que a publicidade realizada em sites de grandes veículos, tidos como confiáveis, tem o desempenho acima da média para o padrão da indústria.

A pesquisa foi realizada pela Moat Analytics no terceiro trimestre de 2018 e mediu o envolvimento da audiência em portais como Bloomberg, The Economist, Forbes, Fortune, National Geographic, Reuters, The Wall Street Jornal e The Washington Post. A análise captou o comportamento dos leitores nos formatos desktop e mobile, incluindo as plataformas de vídeo.

Os anúncios exibidos no inventário dos veículos do WMG atingiram um tempo de permanência de página ativo de 66 segundos, 39% acima da média do setor. Já a taxa de visualização das peças (quando 50% do anúncio é visível por pelo menos um segundo) é 27% maior, enquanto o tempo de visualização também supera em 25% a média na comparação. No celular, os anúncios da lista de sites confiáveis também tiveram taxas de visibilidade 32% superiores e estimularam 35% mais interação.

O cenário não muda muito de figura para os anúncios exibidos nos vídeos proprietários desses veículos. Na pesquisa, o inventário da WMG atinge 22% mais do que as taxas médias de visibilidade. A maior disparidade está nas taxas de conclusão audível e visível do vídeo, que nos sites confiáveis apresentam números 144% maiores na comparação com a média geral.

Para Alex Delamain, presidente do World Media Group e vice-presidente sênior de vendas e serviços ao cliente, o impacto do jornalismo de má qualidade e das notícias falsas nos últimos anos tornou os consumidores muito mais experientes na busca de informações, incluindo a interação com os anúncios. “A pesquisa ressalta o que há muito acreditávamos, que os consumidores são mais receptivos à publicidade quando elas estão apresentadas em um ambiente de conteúdo de alta qualidade e credibilidade”, explica.

Imagem de topo: Damian Zaleski/ Unsplash

Fonte: Meio & Mensagem