Segundo estudo Dimension do Kantar Ibope Media, consumidores usam até três fontes de informação

(08/06) Média brasileira equivale à média mundial quando o assunto é a influência multicanal

O Kantar Ibope Media divulgou mais um recorte da segunda edição do estudo Dimension. O projeto levanta a relação do consumidor conectado com a publicidade, aponta tempos de uma economia mista dos meios de comunicação, na qual os formatos consolidados, como o Rádio, seguem resilientes, sendo consumidos por quase todas as pessoas dos mercados pesquisados.

O novo recorte mostra que o consumidor chega a utilizar praticamente três meios de comunicação em busca de informações sobre marcas e produtos. A média brasileira é 63% enquanto a mundial chega a 64% dos consumidores que buscam informações sobre consumo.

Além disso, o estudo também mostra que houve uma queda na porcentagem dos consumidores que acham que os anunciantes melhoraram a divulgação dos produtos. No Brasil, a média caiu de 86% para 80% enquanto no mundo foi de 73% para 71% entre o ano passado e 2018.

Segundo a primeira fase do estudo, as formas de mídia consolidadas continuam resilientes. Quase todas as pessoas nas amostragens dos cinco mercados continuam acessando a televisão através de um aparelho de TV, 88% ouvem rádio off-line e cerca de 80% continuam lendo versões impressas de jornais e revistas, o que dá uma ideia do poder dessas plataformas consolidadas.

Isso não quer dizer que a tendência geral em relação aos serviços on-line tenha sido massivamente exagerada ou que está desacelerando, mas vale lembrar que estamos vivendo atualmente em uma economia de mídia mista, segundo o estudo.

O Kantar Ibope Media realizou o estudo entre os meses de novembro e dezembro do ano passado. Foram ouvidos 5 mil pessoas no Brasil, China, Estados Unidos, França e Reino Unido.

Fonte: Carlos Massraro - Tudo Rádio