Vinícius Lummertz é homenageado pela ACAERT e trade turístico

(29/04) Ministro do Turismo recebeu o reconhecimento pelo trabalho que representa oportunidade de destacar o potencial da Região Sul

O ministro do Turismo, Vinícius Lummertz, foi homenageado em jantar realizado na última sexta-feira (27), no Costão do Santinho, em Florianópolis, pela ACAERT, trade turístico e Movimento Floripa Sustentável. Estiveram presentes o governador Eduardo Pinho Moreira, o  prefeito da capital, Gean Loureiro, presidente da Santur, Valdir Valendowski, presidente da ACAERT, Marcello Corrêa Petrelli, entre outras autoridades.

“Uma noite de gratidão pela presença do trade nesta noite”, afirmou Lummertz. O ministro agradeceu e lembrou do apoio da família, desde os incentivos do pai até o suporte da esposa e dos filhos, passando pelo entusiasmo de sua mãe. “Tem pessoas que quando olham para o Sol veem uma bola de fogo. Você, Vinicius, quando olha para uma bola de fogo vê o Sol”, disse Valendowsky sobre o otimismo do ministro. Em seguida, entregou uma placa em homenagem a Lummertz.

“A ACAERT está comprometida com o desenvolvimento econômico quando criou o movimento do Gsul e com o social quando lança o ‘Jeito Catarinense’. Entendemos que o Rádio e a Televisão devem prestar uma contribuição, juntamente com o poder público e o trade,  no sentido de destacar em seu espaço editorial o potencial turístico de nossa Região”, explicou Marcello Petrelli.

Agenda – Antes do jantar, Vinicius Lummertz cumpriu agenda para acompanhar obras estruturantes para o turismo no Estado. Em Balneário Camboriú, um dos principais destinos de sol e praia do Sul do País, participou da solenidade de entrega do licenciamento ambiental que autoriza a ampliação da faixa de areia da Praia Central do município, de importância estratégica para o desenvolvimento turístico local. Essa é a segunda vez que um município brasileiro obtém a licença – o primeiro foi Fortaleza (CE).

Com a autorização, a prefeitura dá o primeiro passo para corrigir a erosão da orla e iniciar um investimento estimado em R$ 100 milhões. O projeto deve não só triplicar a largura da faixa de areia ao longo dos cerca de 6 mil metros de extensão do balneário, mas também revitalizar design e funcionalidade turística, urbana e esportiva da beira-mar desde o extremo da Barra Sul à Barra Norte.

“Temos aqui em Balneário Camboriú uma combinação perfeita entre natureza e desenvolvimento econômico. Aqui eu vejo o futuro. O alargamento da faixa de areia dará condições de convívio muito melhores não só para os turistas, mas também aos moradores”, disse o ministro. Lummertz afirmou que o Ministério do Turismo irá apoiar as obras de alargamento da praia por meio do Prodetur + Turismo, linha de crédito do MTur em parceria com o BNDES.

O governador Eduardo Pinho Moreira, destacou a relevância do setor para Santa Catarina. “O turismo é das atividades econômicas mais importantes ao nosso estado. Temos grandes projetos aqui, como o engordamento da praia central e o centro de eventos, para avançar ainda mais no turismo de nosso estado”.

Acompanhado do prefeito de Balneário Camboriú, Fabrício Oliveira, do secretário de Turismo do estado, Tufi Neto, e do secretário de estruturação do Turismo, Totó Parente, o ministro disse acreditar na internacionalização dos investimentos em Santa Catarina, um estado que “pode ser o centro da mudança que queremos para o turismo brasileiro”, ao se referir a grandes investimentos que devem alavancar o setor como atividade econômica do estado catarinense. Atualmente, o turismo responde por 13% do PIB de SC.

AEROPORTO – De Balneário Camboriú, o ministro partiu para a primeira visita técnica às obras do novo Aeroporto Internacional de Florianópolis Hercílio Luz. Ele foi recebido pelo CEO da Floripa Airport, Tobias Markert. Também participaram do tour guiado o governador de Santa Catarina, Eduardo Pinho Moreira, e o prefeito de Florianópolis, Gean Loureiro e Rodrigo Santana, gerente de Investimentos e Obras da ANAC.

“Muito mais do que um aeroporto, isso aqui é nossa ligação direta com o mundo. É altamente estratégico para o patamar de Santa Catarina e para o lugar onde queremos chegar. Captar voos internacionais pode mudar o futuro do aeroporto porque o voo internacional não transporta apenas passageiros, ele traz ideias, empreendimentos e nos coloca como protagonistas centrais do movimento de setores econômicos”, comentou o ministro.

Iniciada em 15 de janeiro, a obra do novo terminal de passageiros do aeroporto de Florianópolis está adiantada e atingiu neste mês de abril a fase de colocação das estacas, que darão sustentação ao prédio do novo terminal. O novo Aeroporto Internacional de Florianópolis estará pronto para operar até outubro de 2019 e deve receber investimentos da ordem de R$ 550 milhões. A nova estrutura terá capacidade para atender 8 milhões de passageiros por ano, triplicando os 2 milhões suportados atualmente.

“Estamos estruturando grandes obras de turismo no estado e a possibilidade de captar voos internacionais é extremamente importante”, afirmou o governador Eduardo Pinho Moreira.

Apesar do recente início das obras no terminal aeroportuário, a concessionária Floripa Airport também já iniciou a reforma dos banheiros e estacionamento, a instalação de novos equipamentos como ar-condicionado e esteiras de inspeção, e a reorganização de posição dos check-ins e o aumento de pessoal na operação de inspeção, o que deve minimizar os efeitos da insuficiência do atual terminal.

 Os impactos das primeiras medidas já são reconhecidos pelos passageiros. De acordo com o Relatório do Desempenho Operacional dos Aeroportos no 1º trimestre de 2018, divulgado nesta quarta-feira (25) pelo Ministério dos Transportes, Portos e Aviação Civil, as filas no raio X já melhoraram, em comparação com o trimestre anterior (out a dez/2017), passando da nota 3,89 para 4,25, em uma escala de satisfação que vai de 1 a 5. Em janeiro, a Floripa Airport ampliou a área de inspeção de segurança, aumentando em 35% a capacidade de atendimento.

 

Fonte: Assessoria de Imprensa ACAERT c/ Assessoria