Rádio Senado abre licitação para viabilizar sua rede no Rio de Janeiro, Florianópolis, Campo Grande e Porto Velho

Casa Legislativa deve investir cerca de R$ 4 milhões para iniciar transmissões e manutenção em mais quatro capitais. Rádio Senado já vem de expansão em anos anteriores

11/11/2020


O Senado Federal abriu licitação para contratar empresa para a instalação e manutenção de equipamentos para efetivar a implantação de mais quatro rádios em FM para compor a rede liderada pela Rádio Senado FM 91.7 de Brasília. Quatro capitais aparecem como as próximas cidades que irão contar com a rede de rádios legislativa. São elas: Rio de Janeiro, Florianópolis, Campo Grande e Porto Velho.

 De acordo com as informações, o Senado Federal pretende investir R$ 4,1 milhões com o contrato para a instalação e manutenção de equipamentos das emissoras. As transmissões locais nos estados ocorrem em parcerias estabelecidas com as Assembleias Legislativas ou outros órgãos públicos, em frequências liberadas pelo Ministério das Comunicações.

 Frequências

 A Rádio Senado já é retransmitida para dezoito cidades em todo o Brasil. A licitação prevê a implantação e a manutenção da Rádio Senado FM 105.9 do Rio de Janeiro (classe A2), Rádio Senado FM 105.5 de Campo Grande (classe A3), Rádio Senado FM 103.7 de Porto Velho (classe A4), além da Rádio Senado FM 93.1 de Florianópolis (classe A1). Vale ressaltar que a capital catarinense também contará com a Rádio Câmara FM 89.9, ainda sem data para a sua implantação.

 No ano passado, o presidente do Senado Federal, Davi Alcolumbre, inaugurou oficialmente emissoras da Rádio Senado em Belém (101.5 FM), Maceió (105.5 FM), Aracaju (103.9 FM) e Boa Vista (98.3 FM).

Veja aqui a lista de rádios que integram a rede da Rádio Senado

Reporter: TudoRádio

Últimas notícias