TV 3.0: MCom recebe recomendações

Recomendações servirão de insumo para uma futura decisão sobre adoção de propostas técnicas adequadas ao novo padrão de TV

01/02/2022

Após cinco meses de testes de laboratório e de campo sobre as tecnologias para a próxima geração de TV digital, a chamada TV 3.0, o Fórum do Sistema Brasileiro de Televisão Digital (Fórum SBTVD) encaminhou ao Ministério das Comunicações (MCom) as recomendações que servirão de insumo para uma futura decisão sobre a adoção de propostas técnicas adequadas ao novo padrão de TV.

Quer receber notícias da ACAERT? Assine a newsletter - Assine aqui e receba por e-mail

Segundo Luiz Fausto, coordenador do Módulo Técnico do Fórum SBTVD, o Projeto TV 3.0 coloca mais uma vez o Brasil na vanguarda da TV digital no mundo. “Assim como fizemos ao especificar o primeiro sistema de TV digital do Brasil em 2007, estamos trabalhando para desenvolver o melhor sistema de TV digital para o futuro do Brasil. Os resultados da Fase 2 foram excelentes, confirmando que estamos na direção certa”.

A nova geração da TV digital trará o aprofundamento da qualidade de som e imagem e conteúdo segmentado geograficamente. A integração entre TV aberta e internet também deve ser ampliada, em particular com conteúdos de streaming.

Na Fase 3, o Fórum SBTVD dará andamento aos testes complementares para seleção das novas tecnologias.

Outras propostas permanecerão em avaliação e os trabalhos para a TV 3.0 deverão continuar em 2022. O ministro das Comunicações, Fabio Faria, ressaltou que o governo permanece comprometido com o desenvolvimento tecnológico da televisão livre, aberta e gratuita, para permitir um serviço cada vez melhor.

Veja também: Fórum SBTVD apresenta resultados dos testes do novo padrão da TV digital aberta

"A qualidade de som e imagem me impressionou bastante. Outro destaque é a integração com conteúdo via internet e com smartphones, além dos recursos de interatividade. O Ministério das Comunicações vai seguir apoiando a inovação na TV digital para trazer sempre a tecnologia mais avançada para a população", afirmou.

(Crédito: Unsplash)

Reporter: ABERT com informações do Mcom

Últimas notícias