MCom autoriza outras sete rádios a migrarem da faixa AM para FM

Entre as emissoras contempladas está a Rádio Mais Alegria AM 1060 de Florianópolis

04/03/2022


Mais sete rádios brasileiras passarão a operar com melhor qualidade de som e sem interferências. O Ministério das Comunicações (MCom) autorizou a migração de OM (ondas médias) para FM (frequência modulada) para estações das cidades de Florianópolis (SC), Arvorezinha (RS), Matelândia (PR), Machado (MG), Garanhuns (PE), além das paulistas Franca e São José do Rio Preto. Entre elas está a Rádio Mais Alegria AM 1060 de Florianópolis, que irá operar em 95.1 FM.

"A cada outorga concedida, chegamos mais perto da meta de migrar todas as rádios OM do país para operarem com a qualidade de FM, sem ruídos e chiados", lembra o secretário de Radiodifusão, Maximiliano Martinhão. O MCom está trabalhando para concluir a adequação das outorgas dessas entidades para o final de 2022, restando ainda cerca de 600 entidades para cumprir o objetivo.

Quer receber notícias da ACAERT? Assine a newsletter - Assine aqui e receba por e-mail

Os serviços de Radiodifusão Sonora são divididos em AM (Amplitude Modulada) e FM (Frequência Modulada), sendo que a AM é subdividida em ondas médias (OM), curtas (OC) e tropicais (OT). O serviço que está em processo de migração é de Ondas Médias (OM) para FM.

PASSO A PASSO – O secretário destaca ainda que as entidades interessadas na migração devem estar com suas certidões regularizadas, além da necessidade de cumprir as exigências previstas na Portaria 127/2014. Para detalhar todas as etapas para conclusão do processo de migração, Martinhão aponta oito estágios:

  • 1ª etapa: entrega de requerimento durante a sessão pública (concluída);
  • 2ª etapa: estudo de viabilidade técnica feito pela Anatel (em andamento);
  • 3ª etapa: habilitação jurídica;
  • 4ª etapa: pagamento do preço da adaptação da outorga;
  • 5ª etapa: assinatura do aditivo contratual;
  • 6ª etapa: publicação do ato de radiofrequência (a entidade deve solicitar);
  • 7ª etapa: licenciamento da estação (a entidade deve solicitar)e
  • 8ª etapa: devolução de canal de OM à União em até 180 dias, para a faixa convencional (88 a 108 MHz), ou em até 5 anos, para a faixa estendida (76 a 88 MHz).

A modulação de amplitude, comumente chamada de AM, compreende as faixas 525 kHz a 1705 kHz, que contempla as Ondas Médias, e que são frequências consideradas baixas e sujeitas a interferências. Além do ganho de qualidade, a população dos municípios contemplados com a migração pode acompanhar a programação das estações preferidas por meio de aparelhos mais modernos, como tablets e smartphones, que já vêm adaptados para sintonizar em frequência modulada (FM).

Reporter: Mcom, com informações tudorádio.com

Últimas notícias