Ministério das Comunicações libera projetos para FM nas rodovias

Objetivo é expandir o número de emissoras que prestam serviço aos motoristas

25/02/2022


O Ministério das Comunicações (MCom) publicou, na terça-feira (22), a Portaria nº 4.732, que estabelece diretrizes gerais para os projetos técnicos do “Serviço Radiovias”.

Com o serviço, que prevê a cobertura de todas as rodovias federais com o sinal de rádio FM, o MCom pretende expandir o número de emissoras que levem informações aos motoristas sobre as condições do tempo, trânsito, segurança e divulgação de serviços públicos, além de dicas de passeios, restaurantes e hospedagem. 

A nova portaria traz requisitos para a instalação de estações em toda a malha do país. O Brasil possui 75 mil quilômetros de rodovias federais e, em boa parte delas, os motoristas não têm acesso à informação.

"As Radiovias são um canal fundamental para a segurança de milhões de pessoas que transitam diariamente pelas rodovias brasileiras e passam a contar com informações relevantes sobre seus trajetos", afirma o ministro das Comunicações, Fábio Faria.

O Radiovias é uma parceria entre o MCom e o Ministério da Infraestrutura (MInfra), que definirá as áreas de prestação de serviço de cada projeto.

Com a aprovação dos projetos, as estações de rádio FM terão que utilizar antenas de transmissão guiada restritas à rodovia, para evitar que o sinal seja transmitido para os arredores.

De acordo com o MCom, o Serviço de Radiovias será prestado preferencialmente entre os canais 191 (86,1 MHz) e 197 (87,3 MHz), mas alternativamente, poderão ser utilizados entre os canais 141 (76,1 MHz) e 190 (85,9 MHz) e entre os canais 201 (88,1 MHz) e 300 (107,9 MHz). As emissoras interessadas devem obter a autorização de uso de radiofrequência e o licenciamento das estações antes do início da execução do serviço.

Reporter: ABERT

Últimas notícias